Poesia Waka do Imperador Meiji Na Usui Reiki Ryoho Gakkai no Japão, mantém-se a tradição de, na prática da Hatsurei-Ho, cantar poesia Waka (A forma poética waka consiste em 5 sílabas na 1.ª linha, 7 na 2.ª, 5 na 3.ª , 7 na 4.ª e 7 sílabas na 5.ª linha.) do Imperador da época Meiji (entre 1868 e 1912). Os poemas são recitados, ou cantados, de uma forma muito específica. O cântico, a cedência e o ritmo ajudam a desenvolver uma consciência atenta e a purificar a mente para a Hatsurei-Ho. Os poemas citados por Mikao Usui são num total de 125.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

POEMAS RECOMENDADOS POR MIKAO USUI

 

 Os poemas escritos pelo imperador Meiji, denominados em japonês Gyosei, estão escritos na forma poética Waka. Um waka é um poema de cinco versos, cujo primeiro verso consta de cinco silabas, o segundo de sete, o terceiro de cinco e o quarto e quinto de sete cada um (5-7-5-7-7). No original estão escritos em japonês antigo.

 Na tradução, naturalmente, não foi possível respeitar a quantidade tradicionalmente prescrita de silabas, convertendo-se em Waka às vezes num poema maior ou menor em versos. Cada poema tem um título. Mutsuhito – Imperador Meiji (1852-1912). Assumiu o trono em 1867, foi o 122º Imperador do Japão. No japão, a Usui Reiki Ryoho Gakkai, durante um encontro de Reiki, os praticantes mantêm a tradição de cantar a poesia Waka, como alimento espiritual. No início do Hatsurei-Ho (ensinado no Okuden), Gyosei é lido em voz alta para clarear os pensamentos ociosos. Gokai (5 princípios de Reiki) é lido três vezes em voz alta no final. Mutsuhito assumiu o trono em 1867. Jovem carismático, foi o 122º imperador do Japão.

 O imperador Meiji não falava muito, mas escreveu cerca de 100 mil poesias Waka para se expressar. Esta poesia é conhecida como de grande relevância na literatura japonesa. O mestre Doi Hiroshi em relação ao imperador Mutsuhito, diz o seguinte: “O imperador era um grande sensitivo. A sua bondade era irradiada por todo o país, como o sol. Era tolerante e abundante como o oceano, a sua vontade era forte, a sua crença era cheia de amor e tão ampla quanto a terra”. O imperador Meiji, foi o primeiro a conceder títulos de posse das terras aos agricultores e instituiu a escola pública para todos os cidadãos japoneses. O já falecido presidente dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt disse o seguinte: “O povo japonês deve ser feliz por ter tão grande imperador. O Japão progredirá e desenvolver-se-á com o imperador Meiji”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OS 125 POEMAS DO IMPERADOR MEIJI que inspiravam o sensei Mikao Usui

 

 

1 – LUA Tantas mudanças e tantas pessoas passaram neste mundo. Mas a lua da noite de Outono continua a mesma de há muito tempo.

2 – PARAÍSO Eu queria que o meu coração pudesse ser tão claro e amplo como o grande céu e como o verde campo da Primavera.

3 – PENSAMENTO OCASIONAL Antes de reclamar do clima quente e húmido, penso nos lavradores que têm de trabalhar nos campos de arroz em tão duras condições.

4 – VENTO SOBRE AS FOLHAS DE OUTONO Muitos dias e noites se passaram para aperfeiçoar a cor das folhas do bordo, mas uma leve rajada de vento basta para levá-las.

5 – PENSAMENTO OCASIONAL Observe e aprenda com os pingos de chuva que escavam a rocha. Descarte a ideia de que realizar uma tarefa é difícil demais. Nada é impossível!

6 – PENSAMENTO OCASIONAL Se eu olhar para os meus próprios erros, não me ressinto com Deus e nem culpo os outros pelos meus próprios sofrimentos.

7 – PENSAMENTO OCASIONAL Todos nós cometemos erros nas nossas vidas algumas vezes. Portanto, não se preocupe demais e nem seja excessivamente prudente com tudo.

8 – AMIGO O verdadeiro espirito da amizade está em revelar o erro ao outro e demonstrar, sem problemas, o quão próximo está dele. 9 – PINHEIRO SOBRE A ROCHA Não importa quão duro e tempestuoso este mundo se torne, quero que o meu coração continue sólido e inabalável como o pinheiro enraizado na rocha.

10 – ONDA Por um momento, parece tempestuosa, a seguir acalma-se. A onda no oceano e a existência humana têm muito em comum.

11 – PENSAMENTO OCASIONAL Mesmo que tenhas conseguido uma vida abundante e livre de problemas, nunca te esqueças das obrigações da verdadeira generosidade.

12 – IRMÃOS Mesmo que os ventos sacudam a casa, as dificuldades poderão ser superadas, se os irmãos estiverem em harmonia.

13 – CORAÇÃO Não importa o que aconteça na minha vida, gostaria que o meu coração e a minha alma continuassem abertos e livres.

14 – MEDICAMENTO Em vez de tomares muitos medicamentos para curar os teus males, cuida melhor e com constância do teu corpo e de ti mesmo.

15 – PENSAMENTO OCASIONAL Quando ouço o crescente zumbido dos mosquitos, sinto profundamente pelos meus soldados. Como dormem eles à noite nos campos de batalha?

16 – EDUCAÇÃO Jovem japonesa: escolhe pessoas de mérito para teres como exemplo e aprende com elas as tuas lições de vida.

17 – FLORES SOBRE A ÁGUA O maravilho das flores que crescem junto ao lago é que, mesmo quando caem, nadam sobre a água, e pode-se admirar a sua beleza.

18 – LUA E PIRILAMPO a lua brilha tao lindamente sobre o lago que um humilde pirilampo compromete a sua existência ao voar em direção à imagem refletida dos arbustos de junco.

19 – JOIA Uma bela joia, sem um arranhão sequer, pode perder o seu brilho devido à poeira. O coração e a alma humana, também, precisam de ser constantemente polidos para se manterem limpos.

20 – PENSAMENTO OCASIONAL Jovem estudante: não te apresses para chegar antes. Não negligencies os teus deveres. A verdadeira aprendizagem requer um estudo longo e constante.

21 – OBEDIÊNCIA Apesar de vivermos num mundo agitado, não te esqueças de ocupar-te dos teus pais.

22 – RELVA Apesar da relva não parecer muito promissora, poderás, se olhares bem, encontrar nela ervas medicinais.

23 – DIPLOMADOS Bacharel: tu podes pensar que, por fim, o deixaste para trás. Não, a aprendizagem não tem fim!

24 – PEQUENOS CRAVOS Ao semear pensei que todas eram a mesma semente. Mas agora floresce uma variedade de flores. Os cravos do jardim!

25 – SALTOS DE ÁGUA Uma pedra na corrente aumenta, de tal forma, o ruído do rio, que não se escuta o som da água que flui.

26 – ÁGUA A água é tão flexível. Cabe em qualquer recipiente. Mas tem força para perfurar a pedra.

27 – RELVA Se o pequeno roedor trabalha debaixo da terra, todas as raízes das plantes semeadas morre.

28 – ANCIÃO o ancião que veio cumprimentar-me, amparado pelo seu neto, agora está apoiado nos seus próprios pés.

29 – ÁRVORE COBERTA DE LODO Quando vejo as árvores, cobertas de lodo, lembro-me que há pessoas que, desde o nascimento, vivem com humildade.

30 – VISITANTE NA NEVE Ancião, vens saudar-me sem esperar que pare de nevar? Por favor, aproxima-te mais do fogo.

31 – CALIGRAFIA Com letras belissimamente escritas ou não, uma carta deveria ser sempre fácil de ler.

32 – PAIS Apesar de envelhecermos, os nossos pais sempre nos consideram crianças. Esse é o espirito da paternidade.

33 – PENSAMENTO OCASIONAL Os soldados que vão para a guerra, deixam as suas famílias seguras em casa. Quão corajosos e dedicados são para com a sua pátria!

34 – PÁSSAROS Os pássaros que voam livremente pelo grande céu, nunca se esquecem da sua casa e de lá regressar.

35 – APRENDIZAGEM Quanto mais práticas houver no ensino das crianças, melhores resultados serão alcançados.

36 – ORVALHO SOBRE OS CRAVOS DO JARDIM As jovens alunas, no pátio da escola, têm o frescor dos cravos do jardim molhado pelo orvalho!

37 – SINCERIDADE A sinceridade do coração humano faz até o céu chorar.

38 – PENSAMENTO OCASIONAL É bom apreciar as flores, depois de cumprir as exigências do trabalho.

39 – LEMBRANÇA O ser humano não olha para dentro de si mesmo. Prefere falar dos outros. Assim é a vida em sociedade.

40 – CUME Tão alto parece a montanha, que arranha o grande céu. Se não te deres por vencido e começares a subir, por certo encontrarás um caminho.

41 – PENSAMENTO OCASIONAL Deverias falar com os outros depois de teres feito uma reflexão.

42 – PENSAMENTO OCASIONAL Ainda quando tudo o que pensas se tenha manifestado, não permitas que te suba à cabeça e não te esqueças da humildade.

43 – PENSAMENTO OCASIONAL Há tanto para fazer e tanto para pensar, mas o que realmente se pode fazer é limitado.

44 – PINHEIRO NA NEVE Quando a neve sobre o ramo débil de um pinheiro ficar muito pesada aproxima-te e retira-a.

45 – PENSAMENTO OCASIONAL Mortos na guerra: deixai-me guardar os seus nomes na memória, para que a pátria possa perdurar.

46 – VENTOINHA No calor do meio-dia, vens visitar-me! Deixa-me, pelo menos, ligar a ventoinha.

47 – ESPÍRITO És belo, assim, na tua simplicidade quando te ocupas da caridade.

48 – LEMBRANÇA Esforça-te, mesmo quando tudo parecer difícil. É possível alcançares qualquer objetivo do mundo.

49 – PILAR Aquele que representa o pilar da família não deveria ter que se ocupar de miudezas.

50 – LEMBRANÇA DA RELVA Cautela! Se dizes algo sem muito refletir, isso logo se dissemina pela sociedade.

51 - LEMBRANÇA DE UMA CANOA É simples deslizar numa corrente abaixo numa canoa. Assim também é no mundo. Mas não te esqueças de pensar no leme.

52 – LEMBRANÇA DE UMA PEDRA PRECIOSA Todos os cidadãos dizem “esta pedra preciosa é lindíssima!”. Mas, realmente, poucas são as que não têm defeitos.

53 – SENTIMENTO DURANTE UMA VIAGEM Cada vez que saio em viagem, temo estar a causar incômodos à minha gente.

54 – A HUMANIDADE Pela pátria combates o inimigo, porém não te esqueças do mais importante: o teu lar.

55 – MEDICAMENTE Pelo bem da pátria, daria o elixir da imortalidade ao ancião que gostaria de ver envelhecer.

56 – ANCIÃOS Pode ser que repitam uma vez, ou outras, as suas lembranças, mas escondidos, nas suas palavras, já valiosos ensinamentos.

57 – FIM DA TARDE Quando o sol começa a pôr-se, lamento o dia que passei sem fazer nada.

58 – CORAÇÃO DOS PAIS O sonho primaveril dos camponeses, que, no campo queimado, ocupam-se dos seus descendentes, não será de natureza tranquila.

59- MEDICAMENTO O conselho do honesto é como um bom medicamento até para as pessoas saudáveis.

60 – PENSAMENTO OCASIONAL Mesmo uma pessoa ocupada pode arranjar tempo para fazer aquilo que realmente queira.

61 – RELVA DE VERÃO A relva de verão representa o mundo agitado. Corta-se uma vez e outra e, ainda assim, volta sempre a crescer.

62 – RAZÕES Os perigos espreitam-nos mais quando estamos cercados de inimigos, não quando relaxamos a razão.

63 – CAMINHO ESTREITO Os caminhos são realmente estreitos entre os arrozais, mas os aldeões, com atenção, utilizam bem esses espaços.

64 – CASA DE ARROZAL Os jovens estão na guerra. Enquanto isso, um ancião, ocupa-se, sozinho, dos arrozais nas montanhas.

65 – DIA Gostaria muito de ter um espírito rejuvenescido como o sol nascente.

66 – ESTAÇÃO DAS CHUVAS Durante a estação das chuvas, a superfície das esteiras de juncos está úmida e molhada. Então, preocupo-me com as casas dos camponeses.

67 – PENSAMENTO NUMA NOITE FRIA Desperto de um sonho, com o barulho da tempestade. E preocupo-me com as casas dos camponeses.

68 – PEDRA PRECIOSA Poderás pensar que a pedra transparente não brilha. Foi porque te esqueceste de lustrá-la.

69 – RELÓGIO Um vai mais rápido, outro mais lentamente. Todos os relógios têm diferentes tamanhos e diferentes ponteiros.

70- CAMINHO DA VIDA Melhor seria não tomar o caminho mais perigoso, mesmo que penses que, assim, chegarias mais rápido ao destino.

71 – PENSAMENTO OCASIONAL Deves refletir sobre o momento certo a seguir ou poderás tomar um caminho perigoso.

72 – CORAÇÃO DE CRIANÇA Que pena! Um dia, esquecemos, totalmente, a nossa própria inocência.

73 – CRIANÇA Espero que o jovem bambu do jardim cresça de forma direita, porém, inclinando-se, habilmente, para todas as direções possíveis.

74 – FLOR LEMBRA NUVEM Cerejeiras em flor são como as nuvens. Entre os pinheiros anões da montanha.

75 – CASAS NO VERÃO As casas da cidade enfileiradas, umas ao lado das outras. Através das pequenas janelas, o vento não passa. Deve fazer tanto calor!

76 – ABNEGAÇÃO FRENTE AOS PAIS Ocupar-se dos próprios pais, com amor, é o começo da retidão humana.

77 – CORAÇÃO DE PAIS Quando envelheceres, é que entenderás o coração dos teus pais e deles te lembrarás.

78 – CONSELHOS Os ensinamentos dos pais são feitos de inúmeras pequenas coisas. São, contudo, a base que levas contigo, quando seguires o teu próprio caminho.

79 – PALAVRAS PARA AS FLORES As flores das cerejeiras da montanha florescem e exalam o seu aroma durante anos. Nunca se queixam, apesar de caírem logo depois de abrirem.

80 – POEIRA É bom tirar o pó, quando ele acumula, mesmo que debaixo dele não encontres nada de importante.

81 – APRENDIZAGEM Lamento a minha atitude na infância, quando acreditava que, na aprendizagem, não valia a pena o esforço.

82 – LEMBRANÇA Penso na vida do meu povo, em como eles vivem quando chove ou brilha o sol.

83 – CAMINHO Por mais longe que esteja do objetivo, se trilhas o caminho pelo qual o ser humano deveria andar, não correrás maiores riscos.

84 – PENSAMENTO OCASIONAL Trabalha constantemente independente do que fizeres. O tempo voa como uma flecha!

85 – CANOA NO JUNCAL Seja paciente com o leme. A canoa no juncal não se pode movimentar livremente.

86 – CAMINHO Ao aprender, é possível que interrompas para logo recomeçares. O caminho da aprendizagem não é fácil!

87 – PENSAMENTO OCASIONAL Viver muito tempo, neste mundo, não vale a pensa, se chegar ao final da vida, sem alguma habilidade ou ocupação.

88 – PESSOAS As coisas poderão não ocorrer como foram programadas. Mas, depois, quando olhares para trás verás que, afinal, tudo andou bem na tua vida.

89 – RAZÃO No dia em que o vento e as ondas estão tranquilos, o piloto deve ser especialmente cuidadoso.

90 – CAMINHO Quando és mais lento que os outros que vão contigo, deves escolher o caminho correto.

91 – PENSAMENTO OCASIONAL Muitas são as gotas de orvalho sobre os cravos do jardim. Se não as tirares, as flores poderão dobrar-se em direções imprevisíveis.

92 – PEDRA PRECIOSA Uma pedra preciosa, entre entras, escolhida, tem sempre uma impureza ou outra. Isto está na natureza do mundo.

93 – CORAÇÕES DOS PAIS É da natureza dos pais, quando olham para os seus filhos, verem-nos como pequenos, embora já crescidos e independentes.

94 – PAIS Mesmo seguindo o teu próprio caminho, não te esqueças do que os teus pais te dera.

95 – MINA Se ali houvesse uma montanha resplandecente de ouro, como poderias ver a luz sem abrires para ela.

96 – PENSAMENTO OCASIONAL Mesmo que caminhes por uma rua larga e grande, tem cuidado. O mundo está cheio de obstáculos.

97 – LEMBRANÇA Mesmo ocupado com as coisas importantes desde imenso mundo, não deves desprezar os detalhes.

98 – RAZÃO O mundo é grande e ampla. Mas a razão humana pode facilmente confundir-se nos seus estreitos espaços.

99 – ANCIÃOS Não te queixes, só porque envelheceste. É possível conviver dignamente com a velhice!

100 – CHEFE DE FAMÍLIA A família prospera, quando o chefe da família está firme, com o pés enraizados como a viga principal da casa.

101 – LEMBRANÇA Conduzo o país de tal maneira que seja visto como bom. Faço o meu melhor, usando as minhas capacidades ao máximo.

102 – MESTRE Mesmo quando chegares a ser especialista numa área qualquer, não te esqueças do que te foi ensinado pelos teus mestres.

103 – JORNAL Tantas pessoas leem jornais. Por isso, deveria escrever-se só sobre o que é significativo e não, sobre supérfluo.

104 – ÁGUA Que pena! Mesmo quando a fonte é clara e pura, a água suja-se ao encontrar um rio poluído.

105 – VACA A vaca não tropeça porque não se apressa, inclusive quando a carroça leva mais peso do que ela pode suportar.

106 – JOIA Quando não te envergonhares diante de Deus (Universo), a quem não podes ver, mas que te conhece por inteiro, é porque a tua alma está pura e reta. Quisera que todos tivessem uma alma assim.

107 – PENSAMENTO OCASIONAL Não te queixes, quando as coisas não andam como foram planeadas. Examina a tua própria preguiça.

108 – AMIGOS A força mãos valiosa deste mundo é a estreita amizade, na qual nos apoiamos.

109 – VELHO PINHEIRO Pinheiro centenário no jardim: quero auxiliar-te a viver longamente, dando-te toda a minha ajuda.

110 – CAMPONESES Os aldeões que cuidam dos seus arrozais nas montanhas não têm paz entre o plantio e o tempo da colheita.

111 – PINHEIRO Aquele pinheiro, que, com paciência, cresceu entre a neve e a tempestade, parece-me mais valioso.

112 – PAÍS Continuai com o que é bom e afastai-vos do mal. Façamos este país tão bom quanto os outros.

113 – PENSAMENTO OCASIONAL Ainda que venhas a ser conhecido neste mundo, permanece uma pessoa humilde.

114 – CARACOL Para ver o que acontece lá fora, o caracol sai da sua concha.

115 – CAMINHO Mais e mais deveria polir a mim mesmo e aproveitar, como espelho, o coração do outro que brilha claramente.

116 – TESOURO Por meio do trabalho duro e do desenvolvimento de uma capacidade, tornar-te-ás independente neste mundo. Esta habilidade será o teu tesouro.

117 – ESTUDANTES Mesmo quando o mundo não é silencioso, mas ruidoso, um aluno de coração tranquilo não se devem afastar do caminho da aprendizagem.

118 – PENSAMENTOS OCASIONAL No momento certo, avança! Se não, chegarás depois dos restantes.

119 – ATITUDE ESPIRITUAL Se um dia, neste mundo, fores escolhido para ser um líder, mantém a atitude espiritual correta.

120 – DIREÇÃO CORRETA É difícil conduzir as pessoas deste mundo, a não ser que o teu trabalho se oriente para o bem-estar geral.

121 – MANEIRA CORRETA DE PENSAR Para mim, para além dos mares, e em todas as direções, todos os seres humanos são irmãos. Qual é, então, o sentido da guerra no nosso mundo?

122 – PENSAMENTO OCASIONAL O cravo do jardim, mesmo sendo levado pela enchente até à margem do rio, continua a florescer.

123 – JOGO INFANTIL Sempre que tiveres num jogo de que gostes, não te descuides das coisas importantes da vida.

124 – PENSAMENTO OCASIONAL Olha sempre para dentro de ti mesmo. Caso contrário, não raras vezes, quando deres por ti estarás perdido e a cometer erros.

125 – ESPELHO Devo polir o meu eu, mais e mais, para usar o claro e brilhante coração do outro como um espelho. AGRADECIMENTOS A DIVINDADE

© 2016 por Espaço Sal da Terra. São Paulo - Brasil | Criado por Alyne Sarjam

  • b-facebook
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle